Depoimentos

Pai mesmo tendo esfaqueado o filho 76 vezes é inocentado pelo juiz

Um pai acusado de esfaquear seu filho de cinco anos mais de 70 vezes porque achava que ele era o diabo não foi considerado culpado de assassinato por motivo de doença mental.

O processo tramitou em segredo de justiça e manteve o nome dos envolvidos em sigilo. O julgamento ocorreu hoje, em Sidney, na Austrália.

Um pai que esfaqueou seu filho de apenas cinco anos 76 vezes foi inocentado pelo assassinato. O julgamento do pai, de 38 anos, que teve o nome mantido em sigilo, ocorreu nesta quarta-feira (24/07) em Sydney na Austrália.

O juiz responsável pelo caso,  Peter Hidden contou o pai que é doente mental e no momento do delito estava no meio de um surto psicótico. Com isso, ele não tinha capacidade de discernir se o que estava fazendo era certo ou errado. Em razão disso,  o juiz sentenciou que ele não deve ser condenado pelo assassinato do filho.

O crime aconteceu quando o menino estava sozinho com o pai, a mãe e a avó tinham saído de casa. Durante o julgamento o homem contou que esfaqueou o menino por achar que ele era o demônio.

O menino estava dormindo quando o pai o atacou. Ao voltar a avó encontrou o menino sem vida, levou-o ao hospital, mas nada poderia ser feito, ele já havia falecido.

Quem contou a polícia e aos médicos que o filho tinha cometido o crime foi a avó.

Ela contou também que seu filho foi diagnosticado com esquizofrenia em 2003. E dois dias antes da morte do menino, ela e sua nora tentaram internar o homem, mas não foi possível por falta de leitos.

A família apoiou a decisão do juiz de enviar o homem para uma clínica psiquiátrica. Não foi revelado quando tempo ele ficará na clínica.

Deixe-nos saber o que achou, por que sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: https://www.news.com.au

Imagem: Reprodução www.news.com.au

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *