Fases e Fatos,  Primeira Infância

Bebê após vencer a catapora, luta pela vida ao ser diagnosticado com leucemia

Bebê de um ano, de Bridgwater, Somerset, na Inglaterra foi notícia nas redes sociais semanas atrás em decorrência de sua luta contra a catapora.

Após vencer a doença, Fletcher Smith, agora tem que vencer uma guerra. A guerra contra um raro câncer agressivo.

A catapora

O garoto ganhou destaques nas redes sociais após contrair catapora provavelmente de suas irmãs que tiveram a doença anteriormente.

O motivo pelo qual o garoto ganhou destaque na web foi porque uma das feridas da catapora infectou. Ficou tão infeccionada a ferida que ele teve sepse. Sepse é  uma doença que pode ser fatal. Todavia, antigamente era conhecida como envenenamento do sangue.

Em razão da complicação da catapora Fletcher foi hospitalizado para trata-la. Ele recebeu alta, mas Kerry, 32 anos, levou-o de volta ao hospital alguns dias depois, ao perceber que a temperatura do bebê estava preocupantemente alta.

A leucemia

Os médicos descobriram que Fletcher tinha outra infecção no sangue e mais testes revelaram que ele havia suprimido a medula óssea, o que resulta na diminuição dos níveis de células sanguíneas.

Apenas três semanas depois de pegar catapora e dois dias após seu primeiro aniversário, o pequeno Fletcher foi diagnosticado com uma forma ultra-agressiva de câncer chamada leucemia mieloide aguda.

O tratamento rapidamente começou após o diagnóstico e atualmente ele tem 60% de chance de sobrevivência. Fletcher teve uma rodada de quimioterapia até agora.

A mãe do garoto, Kerry ficou arrasada com a noticia. Ela sabe que é um logo caminho a percorrer.

Tratamento

Desde seu diagnóstico há menos de duas semanas, Fletcher teve sua primeira dose de quimioterapia e permanece no Hospital Real de Bristol para Crianças recebendo tratamento. A mãe de Fletcher disse que o tratamento já está prejudicando o pequeno garoto.

O pai de Fletcher, James, 32, e seus outros dois filhos, Olivia e Florence, de cinco anos, três, estão ao seu lado junto com Kerry.

Contudo, James que estava trabalhando como eletricista na época do diagnóstico de Fletcher tirou folga para estar ao lado de sua família.

A leucemia mieloide aguda é um câncer de ação rápida dos glóbulos brancos, parte do sistema imunológico do corpo. A condição é rara, com apenas cerca de 3.000 pessoas diagnosticadas a cada ano.

Os efeitos do câncer estão começando a aparecer, sua barriga e suas bochechas ficaram inchadas. Seus olhos estão afundados e seu cabelo está começando a retroceder. “Câncer é uma daquelas coisas que você sempre espera que aconteçam a outra pessoa, mas não discrimina.”conta Kerry

O tratamento de Fletcher deve durar até sete meses e ele está atualmente em um ensaio clínico. A família Smith agora está angariando fundos para seu tratamento.

Fonte: https://metro.co.uk

Foto: Crédito: Kerry Smith / SWNS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *