Fases e FatosGravidez

Mulher com doença rara que faz com que ela não tenha músculos em seu corpo torna-se mãe de bebê saudável

Mesmo com uma doença raríssima a australiana Sheree Psaila foi mãe em 2016 de um menino saudável que recebeu o nome de Hayden.

Sheree e e Chris pais do bebê casaram-se em 2015 e logo já quiseram aumentar a família. No entanto o destino os surpreendeu com um aborto, os deixando muito tristes. Mas a vida preparava algo para o casal, pouco tempo depois Sherree engravidou novamente.

A gestação fluiu sem qualquer intercorrência. Mesmo com seus 1,22 m de altura Sheree deu à luz ao filho por meio de parto cesárea em Melbourne na Austrália.  A necessidade o parto cesárea se deu em razão de sua condição rara genética.

Hayden nasceu bem com 47 centímetros e pesando 2,5 quilos. Sem qualquer problema de saúde.

Para cuidar de Hayden, Sheree contou que conta com a ajuda do marido e de uma babá, pois não são todos os cuidados necessários que ela consegue realizar.

Eu amo ser mãe, mas fica frustrante às vezes porque tem muitas coisas que eu não posso fazer. Eu consigo trocar a fralda dele, mas demoro muito e eu ainda preciso de ajuda para levantar as perninhas do meu filho porque eu não consigo. Quando ele era menorzinho nossa babá segurava o Hayden enquanto eu o banhava, mas agora já está maiorzinho e fica sentadinho enquanto eu dou o banho”, explicou Sheree em entrevista para a imprensa local.

Créditos: Reprodução C arters

Sua condição rara é decorrente de uma doença denominada Artrogripose Congênita Múltipla.Durante toda sua  vida, Sheree já foi submeitida por mais de 20 cirurgias para sobreviver.

Quando ela nasceu, os médicos disseram aos seus pais que Sheree não resistiria até o primeiro ano de vida. Mas a mulher sempre contrariou os prognósticos médicos superando as expectativas.

“Eu sempre sofri bullying, as pessoas não entendiam minha condição, achavam que eu também tinha algum tipo de problema intelectual, o que não é o caso”, disse Sheree.

Apesar das dificuldades, Sheree sempre lutou para ter uma vida o mais normal possível. “Eu sou uma mãe com uma deficiência que faz com que eu tenha algumas dificuldades de locomoção, etc, mas é só isso”, disse a mãe.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:https://bebemamae.com

Veja mais:

O que é Artrogripose e Artrogripose Múltipla Congênita  ?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar