Crianças EspeciaisFases e FatosInfância

Menino é roubado pela própria mãe em R$780 mil doados para seu tratamento de câncer

A mãe utilizou o dinheiro arrecadado em jogos de azar na internet

 

Um menino que lutava contra um câncer agressivo foi roubado pela própria mãe. Ela  desviou mais de R$ 780 mil de doações recebidas para jogar na internet.

Esse caso aconteceu no Reino Unido com o pequeno Toby Nye. O menino foi diagnosticado com um câncer raro chamado neuroblastoma, em 2017, aos 4 anos. O sistema de saúde público, não disponibilizava este tratamento. Foi quando a família iniciou uma campanha na internet para conseguir o dinheiro necessário.

A campanha

Por meio dessa campanha a família conseguiu uma grande quantia para o tratamento dele. Mas parte dos recursos arrecadados foram desviados pela mãe do menino Stacey Worsley, de 32 anos.

Stayce e seu marido  Simon Nye, fizeram uma campanha para conseguir tratar o filho, em pouco tempo, o time inglês, Leeds United, estava apoiando a causa. Stayce era a unica administradora da campanha.

O time divulgou a campanha online, o que ajudou bastante no aumento de doações. Foram arrecadados em pouco tempo, 200 mil libras, equivalentes a um milhão e cento e trinta mil reais. A população da Inglaterra ficou verdadeiramente comovida com o caso de Toby, na época o garoto chegou a conhecer o príncipe Harry.

A perda

No entanto, mesmo depois de dois anos de luta para sobreviver Toby perdeu a batalha contra o câncer e faleceu em janeiro de 2019.

Semanas após a partida de Toby, investigações apontaram que a mãe do menino, havia desviado 140 mil libras, ou seja, 780 mil reais do valor arrecadado na campanha. Stacey roubou este dinheiro e gastou tudo em jogos na internet. Em seu julgamento ela alegou que fazia as apostas na esperança de aumentar seu fundo de tratamento, mas suas perdas só aumentavam

Os julgamentos

A mulher foi julgada e condenada a pagar pena de dois anos presa, porém, Stacey devolveu uma quantia de 305 mil reais e a sentença foi retirada.

Stayce que é enfermeira, ainda foi julgada, pelo conselho de enfermagem da Inglaterra, para decidir se ela perderia ou não o direito de exercer a profissão.

Reprodução

No entanto, durante o julgamento, foi comprovado que Stacey, usou 780 mil reais em um período de 15 meses com jogos, dessa maneira o entendimento do conselho foi que Stayce violou princípios fundamentais de enfermagem e a confiança de pessoas que doaram para a campanha.

Todavia, a proposta inicial era de que a mulher não pudesse mais exercer a profissão de enfermagem, no entanto, depois que um juiz da corte mostrou misericórdia a Stayce em não prendê-la. O tribunal do Conselho de Enfermagem e Obstetrícia (NMC) também teve abrandou a pena dela, dando-lhe uma suspensão de 12 meses em vez de retirá-la do registro.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: https://www.dailymail.co.uk/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar