Dicas de Mãe para Mãe

Mãe alerta que bebê quase fica cega após ser atacada por cachorro

Uma mãe, de Scunthorpe na Inglaterra, decidiu contar o que aconteceu com sua bebê, Isla Williams, de dois anos que foi atacada por um cachorro da raça Akita que quase deixou a menina cega.

Megan Lester conta que no último sábado dia (13-07) estava em evento em sua cidade com sua filha quando a menina avistou um cachorro.

O ataque

A menina que adora animais foi até o cachorro para fazer carinho nele. No entanto, a mãe não se ateve de perguntar para o dono se o cachorro era bravo e deixou a menina fazer o carinho.  “Eu achei que não teria problema porque o cachorro estava em um evento cheio de crianças, achei que ele seria bonzinho. E nós temos um labrador em casa, a Isla sabe como fazer carinho em um cachorro, contou  a mãe para o jornal britânico Metro.

Todavia, ao tentar fazer carinho no cachorro, a menina foi atacada com mordidas por todo seu rosto. Por pouco não foi atingido um dos olhos da garota, ou seja, quase a deixou Isla cega.

Após o incidentes a garota recebeu os primeiros-socorros no evento e posteriormente foi levada ao hospital para fazer curativos e ser medicada. “Foi muito assustador. Minha filha sangrou muito. No começo o dono do cachorro sequer pediu desculpas. Depois, ele só disse: ‘desculpe que sua filha de machucou”, contou Megan.

O alerta

O motivo pelo qual Megan decidiu compartilhar sua história foi para alertar os pais para tomarem cuidado, para que isso não aconteça mais com nenhuma criança. “Minha filha teve sorte e sofreu apenas pequenos machucados. Eu quero usar esta história para alertar sobre o quão perigoso pode ser deixar seu filho se aproximar de um cachorro que você não conhece. E eu também acho que se você tem um cachorro agressivo, não é uma boa ideia levá-lo a um lugar repleto de crianças!”, alertou a  mãe.

Contudo, o pai de Isla, Danny Williams, acrescentou: “Isla está bem, ela lidou muito bem com isso. ‘Ela tem sorte de ter sofrido ferimentos leves e acho que seria bom usar isso para aumentar a conscientização sobre o quão perigoso alguns cães podem ser, especialmente para as crianças”.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: www.metro.co.uk

Foto Reprodução: Wessex News

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *